melhor plano de internet

Melhor plano de internet

Como você deve saber, a procura pelo melhor plano de internet banda larga tem sido cada vez mais comum no Brasil. E não é para menos, afinal, a cada dia que passa surge um novo aplicativo, site de notícia, rede social ou jogo online, que nos prende na frente da tela, independente do tamanho dela.

Seja assistindo a filmes e séries na Netflix, tentando bater os recordes do seu novo jogo do celular ou fazendo o download de músicas, todos queremos nos manter 100% do tempo conectados.

Mas vamos ao que interessa!

Como escolher o melhor plano de internet?

Para começar, conforme já falado anteriormente, vamos tomar nota dos principais aspectos, ou características, que envolvem a escolha desse serviço. São eles:

  • Finalidade do serviço
  • Pretensão de gasto
  • Velocidade
  • Franquia
  • Local
  • Tecnologia

A seguir, detalharemos cada um deles.

Finalidade do serviço

Quantas pessoas irão utilizar a rede? O serviço será instalado em sua casa ou em um escritório? A rede será usada para jogos online? As respostas a essas perguntas são cruciais e servirão como norte para a definição dos próximos pontos.

 

Pretensão de gasto

É claro, todos queremos o melhor dos melhores. Porém, para cada pacote escolhido, em uma ordem crescente de qualidade, existe em paralelo o aumento dos valores a serem pagos pelo mesmo. Por isso é muito importante que você defina qual a “finalidade do serviço”. A partir daí, você poderá medir o custo-benefício dos pacotes disponíveis e optar pela contratação de algo que atenda suas necessidades e caiba no seu bolso.

 

Velocidade

Qual a velocidade ideal para o melhor plano de internet para minha casa? Será o suficiente para atender as minhas necessidade?

Veja a seguir algumas velocidades e seus usos ideais.

  • Até 50 megas: indicado para até 5 dispositivos. Ideal para acessar redes sociais, ler e-mails, streaming de músicas e vídeos.
  • 100 megas: indicado para até 8 dispositivos. Ideal para jogar online, realizar chamadas de vídeo e fazer downloads rápidos.
  • 100 megas: indicado para até 8 dispositivos. Ideal para jogar online, realizar chamadas de vídeo e fazer downloads rápidos.
  • 150 megas: indicado para até 11 dispositivos. Ideal para compartilhar arquivos grandes, e streaming de filmes em 4K.
  • 200 megas: indicado para até 12 dispositivos. Ideal para alta demanda em compartilhamento de arquivos e da rede.

 

Franquia

Não adianta contratar uma internet com velocidade alta, mas que tenha a franquia de dados baixa, não é mesmo? A franquia estabelece a quantidade de conteúdo/dados que você pode consumir por meio de seus dispositivos. Atualmente, a maior parte das operadoras de internet banda larga não contam com franquia de dados em seus pacotes.

 

Local

A cobertura do sinal das operadoras varia muito em decorrência da tecnologia utilizada para o transporte dos dados, por conta da estrutura necessária para a instalação e propagação da rede. Em resumo, serviços de internet banda larga que façam uso de cabos geralmente estão disponíveis em um menor número de locais do que os que não fazem o uso de cabos.

 

Insert an alternative text hereTecnologia

Como dito acima, a tecnologia impactará diretamente na área de cobertura de determinado serviço de internet banda larga. Mas não só isso, ela também impacta na qualidade do sinal recebido. As tecnologias disponíveis no mercado atualmente são:

Satélite: não faz uso de cabos. O sinal é enviado do satélite, diretamente para a casa do cliente. Pontos fortes: está disponível em grande parte do território nacional, por conta de sua estrutura. Pontos fracos: custo alto e o sinal pode sofrer perda de qualidade por conta de vários fatores externos (como mau tempo por exemplo);
Rádio: transmitido a partir de antenas, que o enviam diretamente da empresa fornecedora do serviço para a antena receptora do cliente. Pontos fortes: assim como a tecnologia via satélite, conta com a vantagem de não precisar do uso de cabos, o que facilita sua abrangência e infraestrutura. Pontos fracos: também por conta da não utilização de fios, tem como ponto negativo a qualidade do sinal, que pode sofrer interferências em decorrência do mau tempo ou caso a instalação tenha sido feita de maneira imprecisa;
Cabo (ADSL): a mais comum hoje em dia. Tem sua estrutura toda montada por meio de cabos, por onde é transportada a informação/dados. Pontos fortes: oferece velocidades acima das tecnologias citadas acima e sofre poucas interferências de sinal. Pontos fracos: demanda grande infraestrutura e, devido a isso, pode demorar a ficar disponível em muitas cidades do Brasil;
Fibra óptica: cada vez mais utilizada pelas empresas do Brasil e do mundo. É, com certeza, uma das tecnologias mais avançadas, em termos de envio de dados. É transmitida por meio de um filamento de vidro e por sinais de luz, alcançando velocidades muito maiores das disponíveis através de outras tecnologias. Pontos positivos: não sofre nenhum tipo de interferência de outras redes ou mau tempo. Por ser a melhor tecnologia na questão performance, é a aconselhada caso esteja disponível em sua região. Pontos negativos: por precisar de cabos, e ser uma tecnologia recente, pode demorar a ficar disponível na maior parte do território brasileiro.

Insert an alternative text here

Pesquisa de satisfação da Anatel

Em uma pesquisa realizada em 2017, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) pontuou e classificou as operadoras com o melhor plano de internet fixa do Brasil. A NET foi eleita como a melhor operadora de internet banda larga fixa no ano de 2017, em 21 dos 27 (somando-se o distrito federal) estados brasileiros. A Cabo Telecom foi a que obteve melhor pontuação em um contexto geral. O destaque negativo ficou por conta da Sky, que teve a pior nota geral da classificação (Pesquisa Anatel).

 

Veja tudo sobre os planos de internet da Oi, Sky e Vivo em nosso site!

  • Ligue para comprar:
  • Fale com nosso sac: 106 21
aws
google